História do Windows: Windows Cancelados

Windows Neptune

O Windows Neptune (em português: Windows Netuno) era uma versão do Microsoft Windows de 32 bits que foi desenvolvida entre janeiro de 1999 e janeiro de 2000, sendo projetada como uma versão Home Edition do Windows 2000, já que este sistema operacional era direcionado a empresas e às pessoas que não sabiam como usufruir de tantos recursos não necessários a elas. Se o projeto fosse continuado, seriam removidos os aplicativos empresariais, e o computador se tornaria muito mais multimídia. Após a Microsoft parar (ou abandonar, como é dito por muitas fontes) o desenvolvimento do sistema, muitas ideias não incluídas nele e no Windows 2000 foram postas em prática no projeto Whistler, lançado em 2001 como Windows XP e a Microsoft lançou outro sistema operacional para usuários baseada em DOS, o conhecido Windows Me.

 

Recursos

 

Algumas das ferramentas incluídas no Neptune build 5111 são um rudimentar firewall para internet e conexões de rede, solução posteriormente integrada ao Windows XP como Internet Connection Firewall, rebatizada posteriormente como Windows Firewall. Outra função importante incluída nos builds do Windows Neptune foi o sistema de controle de usuários, que já existia no Windows NT (e também no Windows 2000) mas que trabalhava de forma não muito evidente. Nos builds do Windows Neptune foi incluída uma abordagem mais “direta” (mais clara), inclusive com uma tela de logon (o que era uma novidade à época). Com o abandono do projeto Neptune pela Microsoft, este foi mais um recurso que foi incorporado ao projeto “Whistler”, já citado.

 

Ambiente Gráfico

 

Quanto ao ambiente gráfico, fica muito próximo ao ambiente do Windows 2000 e Windows Millenium, com o clássico 3D acinzentado. A tela de carregamento (inicialização) do “Microsoft Neptune” é bastante semelhante à do Windows 2000, com destaque para os dizeres Under Construction – Em Construção.

 

Desktop do Windows Neptune (Netuno).

Desktop do Windows Neptune (Netuno).

 

Windows Cairo

 

Windows Cairo foi o nome de código de um projeto de desenvolvimento de um sistema operativo de 32 bits da Microsoft que decorreu entre 1991 e 1996. Embora nunca tenha sido a ser lançado comercialmente nenhuma versão de Windows Cairo, muitas das tecnologias desenvolvidas foram integradas no Windows NT 4.0 e nos sistemas operativos posteriores.

 

Desktop do Windows Cairo

Desktop do Windows Cairo.

 

Windows Odyssey

 

Em meados de 1999 a 2000 a Microsoft estava desenvolvendo um sistema operacional que foi cancelado pela empresa, o Windows Odyssey, ele sucederia o Windows 2000 e a Microsoft não quis seguir adiante com este sistema operacional, ninguém sabe o motivo do cancelamento da empresa, até hoje nada foi anunciado a não ser o aviso que o mesmo estaria cancelado, no lugar do Windows Odyssey veio o Windows XP, outras informações indicam que foi cancelado e depois o Windows Odyssey se tornou o Windows Vista, se esta informação for verdadeira a Microsoft talvez teria cancelado temporariamente o sistema por ser muito a frente de seu tempo, ou que necessitava de um hardware que na época era inacessível, embora existam rumores de que como foi cancelado o Windows Odyssey nunca se saberá de fato como foi esta parada imediata no desenvolvimento deste sistema operacional.

 

Desktop do Windows Odyssey (Odisseia).

Desktop do Windows Odyssey (Odisseia).

 

Windows Nashville

 

O Windows Nashville foi o nome-código para um upgrade de sistema operacional para o Microsoft Windows 95, projetado para ser lançado em 1996 como Windows 96. Para usuários do Windows 95, o Nashville era projetado para ser justamente uma atualização que preencheria a lacuna entre o Windows 95 e a próxima versão do Windows para usuários finais — Memphis (popularmente conhecida – e referida – como Windows 97 e eventualmente lançada como Windows 98). Aos usuários do Windows NT, o Nashville deveria ser uma revisão intermediária entre os lançamentos do Windows NT 4.0 e do Cairo, que deveria ser lançado junto com o projeto Memphis (após uma série de atrasos, o projeto Cairo foi rebatizado e lançado como Windows 2000). Como deveria ter sido lançado entre o Windows 95 e o Windows 97 (como o Memphis era então conhecido), a imprensa freqüentemente se referia ao projeto Nashville como “Windows 97”.

 

Principais Funções

 

A Microsoft anunciava que o Nashville adicionaria funções integradas entre a Internet e a área de trabalho do Windows 95 e do NT 4.0, com novas funcionalidades no Internet Explorer 3.0 (que fora lançado alguns meses antes do projetado para o Nashville). Traria alguns recursos novos, como o Active Desktop (exibição de sites na área de trabalho, no lugar do papel de parede) e a função de abrir documentos do Office diretamente no IE, através de controles com a tecnologia ActiveX, que começava a se popularizar.

 

Enquanto o projeto Nashville foi cancelado, muitas de suas funções foram introduzidas em versões posteriores do Internet Explorer e do Windows. Em particular, muito da funcionalidade da integração área de trabalho – Internet, incluindo a função combinada do Windows Explorer e do navegador, poderiam ser adicionadas ao Win95 e ao NT 4.0 instalando o Windows Desktop Update. Este update foi incluído com o Internet Explorer 4.0 (também chamado pelo código Nashville e lançado em 1997), que poderia ser instalado separadamente ou vir com o Win95 OSR 2.5 ou o 98.

Logo do Windows Nashville

Logo do Windows Nashville

 

Função de abrir uma página do Word no IE, como dito anteriormente.

Função de abrir uma página do Word no IE, como dito anteriormente.

 

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Windows_Neptune
http://pt.wikipedia.org/wiki/Windows_Nashville
http://pt.wikipedia.org/wiki/Windows_Cairo
http://pt.wikipedia.org/wiki/Windows_Odyssey

 

Postado por: Rafael Sabaudo

Anúncios